Hexagramas Terapia Genética

Atualizado: 28 de Mai de 2020


Técnica de tratamento energético recente, que utiliza Trigramas e/ou Hexagramas do I Ching associados as bases que criam nosso genoma (Adenina, Guanina, Citosina, Timina e Uracila).


Desenvolvida pela Prof. Marisa Silva, São Paulo; que após longo estudo do I Ching e de trabalhos de outros pesquisadores e cientistas, constatou que as bases nitrogenadas do DNA estavam contidas dentro dos 64 Hexagramas, comparando diversas tabelas.


Após diagnóstico energético, o terapeuta seleciona quais os Trigramas e/ou Hexagramas que serão utilizados no tratamento, assim como a forma de usar no corpo. São desenhados nos pontos de acupuntura ou em qualquer outra parte do corpo, desenhados diretamente na pele ou em fita adesiva que é colada em seguida na pele.


Os Hexagramas são elaborados pelo terapeuta, e dispostos no desenho na melhor forma para atingir os objetivos do tratamento. O terapeuta pode indicar a forma linear ou o Baguá (conjunto de 8 ou 9 Hexagramas, dispostos em circulo, conforme figura acima). O Baguá potencializa a ação energética do tratamento . Os Hexagramas contém a informação energética dos aminoácidos que vai atuar no nosso corpo energeticamente, gerando base para células saudáveis.


Os Trigramas e Hexagramas existem há mais de 2800 a.C., foram encontrados por um imperador lendário, Fu Xi (ou Fu Hsi) , China, que observando o casco de uma tartaruga e o dorso de um cavalo-dragão percebeu as marcas dos 8 Trigramas e relacionou aos movimentos da natureza, é um saber antigo, que foi compilado várias vezes ao longo da história da China.


Após Fu Xi, o Livro das Mutações teve outros três compiladores que enriqueceram seu conteúdo: o Rei Wen, ou Zhou Wén Wáng (1099–1050 a.C) foi o fundador da Dinastia Chou .É hoje muito mais lembrado, por suas importantes contribuições para a interpretação do I Ching, pois acrescentou um julgamento para cada um dos 64 hexagramas; o Duque de Chou (Chou Gong Dan), seu filho, que incorporou os comentários referentes às linhas mutáveis dos hexagramas; e Confúcio, o famoso sábio, autor dos textos relacionados à imagem e ao comentário de cada hexagrama.


Os taoistas estudam os Hexagramas até hoje, é um saber milenar, complexo, amplo e profundo que diz respeito aos movimentos da Natureza, seus ciclos e toda a criação. São utilizados como Oráculo e em Feng Shui para "tratar ambientes", movimentar energia.


Já existem alguns protocolos prontos para tratamento e os terapeutas que adquiriram conhecimento para administração do técnica, constroem seus Hexagramas para tratamento individual, para uma pessoa especificamente, de acordo com diagnóstico energético, podendo agregar aos métodos e estratégias de tratamento da Acupuntura também.


Referências: Prof Marisa Silva @htg_hexagrama (Instagran)








63 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo